O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol anunciou, esta sexta-feira, a instauração de processos disciplinares a Pinto da Costa, Alexandre Carvalho, diretor de comunicação do SC Braga, e também aos dois jogadores do Paços de Ferreira que participaram numa festa em Esposende.


No que respeita ao presidente do FC Porto, o comunicado do CD menciona que o processo surge «na sequência de participação disciplinar apresentada pela Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, tendo por objeto declarações proferidas sob o enfoque das ofensas à honra ou consideração de agentes de arbitragem.»


Relativamente a Alexandre Carvalho, em causa estão, segundo o documento, «declarações proferidas sob o enfoque das ofensas à honra ou consideração de agentes da arbitragem», as quais motivaram participação por parte do Conselho de Arbitragem.


Quanto a João Pedro e Sualehe, jogadores do Paços de Ferreira que marcaram presença numa festa ilegal em Esposende, no passado fim de semana, pode ler-se que na origem do processo disciplinar está a «eventual violação do compromisso assumido por todos os atletas e equipas técnicas pelo cumprimento das medidas de prevenção e controlo da infeção por SARS-CoV-2, previsto no Regulamento Covid-19 para a retoma da prática competitiva de futebol, futsal e futebol de praia.»





Fonte: www.abola.pt

Deixe seu Comentário