O nome do atual presidente do FC Paços de Ferreira começa a ser ventilado para substituir Pedro Proença na presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, que poderá estar a curto prazo na liderança do organismo que gere os 34 Clubes profissionais da I e II Liga, após ter perdido a confiança de alguns clubes que estão na direção daquele organismo.

Criada a possibilidade do atual presidente da Liga sair do cargo por sua iniciativa ou por decisão dos Clubes em Assembleia Geral (marcada para 9 de junho), começam a surgir alguns nomes para uma possível substituição de Pedro Proença.

E o nome de Paulo Meneses é um dos que já foi citado algumas vezes como candidato ao lugar.

Contudo, o dirigente do FCPF, Paulo Meneses, adiantou que a única forma como se sente disposto a cooperar com a Liga é na qualidade de presidente do clube pacense.

“O meu compromisso é com o FC Paços de Ferreira e com os adeptos do clube”, rematou.

Instabilidade cresce e começam a aparecer nomes para substituir Pedro Proença

O SL Benfica e o Cova da Piedade já apresentaram o seu pedido de demissão da direção da Liga, estando como causa principal deste descontentamento para com Pedro Proença no facto de ter assumido de forma unilateral contatos com o Primeiro-Ministro e Presidente da República, na altura de incerteza sobre a retoma I Liga, a “oferecer” jogos em canal aberto da prova, que foi suspensa a 12 de março devido à pandemia do Covid-19.

Esta atitude não caiu bem no seio das operadoras televisivas (Altice, NOS e Benfica TV), que pagam os direitos de transmissão em canais de assinatura dos jogos das 18 equipas da I Liga. O presidente do Benfica, Luis Filipe Vieira, acabou por ser o primeiro a retirar o apoio a Pedro Proença, fragilizando bastante a sua liderança.

E já começam a surgir nomes para possíveis substitutos de Pedro Proença, entre os quais o dirigente do clube pacense.

O Jornal «A Bola» publicou. “O presidente do Paços de Ferreira, Paulo Meneses, é visto em alguns círculos como alguém com esse perfil – um nome de outro bloco, dos não grandes (no fundo, a génese do G15), igualmente com experiência no meio e que represente outra visão”.

Já hoje Rui Gomes da Silva, que representa a oposição a Luiz Filipe Vieira no SL Benfica escreve no blog «geracaobenfica» “… se ver ultrapassado [Benfica] pelo Grupo dos 15, liderado pelo seu grande “amigo” (tem dias) António Salvador, que vai fazer eleger Paulo Meneses, ainda Presidente do Paços de Ferreira, … como Presidente da Liga!”.

O outro nome já aventado para presidente Liga é o de José Couceiro, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol e representante daquele organismo na Direção da Liga.















Fonte: www.imediato.pt