Os vereadores do Partido Social-democrata de Paços de Ferreira querem que a autarquia e a empresa que gere a água no concelho, isentem as empresas e famílias do pagamento das taxas de lixo e água.

Em nota enviada à comunicação social, os social-democratas do concelho de Paços de Ferreira dão nota que enviaram um ofício ao Presidente da Câmara de Paços de Ferreira e ao Presidente do Conselho de Administração das Águas de Paços de Ferreira, com as duas propostas.

“Os vereadores do PSD apresentaram estas medidas na expetativa de que as famílias e empresas que se encontrem a sofrer dificuldades possam beneficiar delas até ao fim do corrente ano”, afirmou o vereador Joaquim Pinto, acrescentando que tal pedido é feito “já em desespero de causa” para que as medidas sejam pelo menos aplicadas aos dois meses em que as empresas estiveram fechadas, para que não tenham “de suportar encargos financeiros por um serviço de que não beneficiaram”.

Segundo os social-democratas, esta questão não é de foro político, “mas sim de justiça social”. “Se é certo que a Autarquia já implementou medidas para as pessoas em dificuldade é uma questão de justiça que quem não produziu resíduos pelos motivos (extraordinários) em causa, não tenha de pagar taxa de resíduos. Ora, é o que se passa com os nossos comerciantes e industriais: foram “obrigados” a parar a sua atividade e deixaram de produzir resíduos (devo relembrar os apelos Sr. Presidente de Câmara para que as empresas do concelho não laborassem!), pelo que é justo que não sejam obrigados a pagar por algo que não produziram”, rematou.



















Fonte: www.imediato.pt