A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa vai ceder 11 ventiladores ao Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, para doentes em situações de crise ou de emergência que necessitem de ventilação invasiva.

Esta medida, tomada em articulação com os 11 municípios que compõem a CIM (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Penafiel e Resende) e com a Câmara Municipal de Paredes, vai permitir aumentar a capacidade de resposta da região do Tâmega e Sousa à pandemia originada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). Segundo a CIM do Tâmega e Sousa, a vontade de todos passa por adquirir mais unidades, “mas impossibilitada pelos constrangimentos associados à atual disponibilidade do mercado”.

Além desta medida, os autarcas do Tâmega e Sousa manifestaram ainda ao CHTS a sua disponibilidade para ajudar em tudo o que estiver ao seu alcance para colmatar outras necessidades de recursos que venham a ser identificadas.










Fonte: www.imediato.pt