O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Penafiel, ontem, dia 18 de fevereiro, constituiu arguido um homem, de 49 anos, pelo crime de furto em residência, no concelho de Penafiel.

No âmbito de uma investigação que teve a duração de cerca de um mês, os militares apuraram que o suspeito, através de escalamento, entrou pela janela da residência, e do seu interior furtou diversas peças em ouro e prata, avaliadas em 31 675 euros.

As peças recuperadas serão entregues à sua legítima proprietária, de 49 anos, após o devido reconhecimento.

O suspeito foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial da Penafiel.