Armanda Fernandez vai candidatar-se à liderança da comissão política do PS de Paços de Ferreira. A ex-presidente da Junta de Freguesia de Freamunde confirmou a intenção e está convicta de que está a reunir uma equipa capaz de ganhar as eleições internas.

Está confirmada mais uma candidatura às eleições internas do PS de Paços de Ferreira, que deverão decorrer em janeiro do próximo ano. Depois de Jocelino Moreira tem anunciado a sua intenção, agora foi Armanda Fernandez a confirmar ao EMISSOR de que vai candidatar-se “para ganhar”, embora sem avançar com os nomes que irão integrar a lista, apenas garantindo que serão mais-valias para garantir a vitória. “Vou candidatar-me para efetivar uma mudança e elevar ainda mais a posição do PS a nível político no concelho”, começou por referir a candidata, por entender que “a atual comissão política não está a fazer o trabalho bem feito e vários cenários foram acontecendo ao longo deste mandato político e o papel de uma concelhia é muito mais do que isto”, lembrando que a comissão política “tem um papel preponderante na ajuda efetiva na governação em todas as áreas e não tem feito isso. Por isso, estou a reunir vários apoios que ainda mais me congratulam e me fortalece nesta decisão. Quero capacitar ainda mais o partido com pessoas formadas em diversas áreas e que possam ajudar na governação deste mandato”, explicou.

Armanda Fernandez considera que o surgimento de uma nova candidatura reflete “a vitalidade do partido e não ruturas. É na diversidade de opiniões que nasce a luz”.

Sobre a possibilidade de apoiar Humberto Brito nas próximas autárquicas, Armanda Fernandez foi taxativa… “Ainda é muito cedo para falar… Todos terão o seu lugar e o valor das pessoas não será desprestigiado. A nossa candidatura não é um assalto ao poder, mas será para fortalecer ainda mais o partido e teremos dois anos para trabalhar e conquistar mais valores junto das pessoas e das freguesias. Por isso, ainda é prematuro dizermos em quem vamos apoiar”.

Entretanto, o EMISSOR tentou contactar Miguel Costa para perceber as intenções de também avançar com uma lista às eleições internas do partido, mas ainda não conseguiu obter uma resposta.










Fonte: www.emissor.pt