• Foto: Lusa

Depois da goleada sofrida na Luz no início do campeonato, o P. Ferreira voltou a perder, desta vez em casa frente ao Santa Clara (0-1). Filipe Rocha defende que o jogo foi decidido pela eficácia açoriana, dizendo que os pacenses não conseguiram concretizar as ocasiões que tiveram.

"Chegámos várias vezes ao último terço. Logo no início, o Hélder rematou contra o defesa à frente do guarda-redes, temos uma do Tanque, em que a bola lhe foge quando está enquadrado com a baliza, outra do Bruno Santos perto da baliza, mais uma outra do Tanque. Pelos dados, tivemos 19 remates contra seis do Santa Clara e ainda uma bola na barra, mas o futebol resume-se às bolas que entram. Não fomos capazes de finalizar as bolas que tivemos e pagámos caro. O Santa Clara, na única ocasião que teve, fez o golo.

[As mudanças ao intervalo] Há jogadores que têm pouco tempo de trabalho, ainda não conseguem estar ao nível que pretendo e tentei refrescar a equipa para continuar a pressionar e a criar dificuldades ao adversário. Foi conseguido, pena aquela bola do Diogo Almeida não ter entrado, porque ele merecia.

[Aposta nos jovens] Tendo em conta os treinos e o facto de alguns jogadores ainda não estarem disponíveis por questões físicas ou burocráticas, os jovens têm demonstrado que merecem a minha confiança e é isso que tenho tentado fazer", disse.

Por Lusa

Fonte: www.record.pt